Landing page para empresa: 8 formas de não errar na criação

Se está iniciando a criação de uma landing page para empresa, esse artigo será crucial para que você não erre no processo. Atualmente muitas empresas vem investindo em landing page para cada tipo de serviço, seja ele um serviço físico ou digital.

Isso porque ela costuma converter bem para um cliente em potencial que está em busca daquele determinado produto/serviço e cai direto em uma página web especifica, nesse caso, a landing page.

É bem comum que esse seja o primeiro ponto de contato, portanto, não errar nessa etapa acaba sendo crucial para desempenhar um bom papel e passar uma boa imagem para o visitante. No entanto, não basta apenas criar uma simples landing page, ela deve ser projetada para ter as principais informações e que o visitante realize uma ação que gere vendas ou leads.

Além disso, precisa ter um botão que chame a atenção, como, por exemplo, um botão de inscrição, contato ou até mesmo baixar algum arquivo que ajude ele a resolver algum problema.

Caso queira saber todo o processo de criação de landing page e como transformar elas em uma nova fonte de renda ou renda extra, recomendo os dois treinamentos abaixo.

Logo abaixo eu destaco algumas dicas que pode te ajudar a não errar na construção.

 

1. Objetividade no serviço ou produto

Uma landing page ela é bem diferente de uma página inicial de qualquer site, toda página inicial costuma ser genérica com várias informações de diferentes assuntos, onde abordamos páginas, serviços e produtos que não são tão objetivos para quem acessa.

No entanto, quando for desenvolver sua landing page, ela precisa ser objetiva, focada apenas no serviço, curso ou produto que será abordado no restante da página.

Desenvolver de maneira estratégica e que desperte a curiosidade do cliente querer saber cada vez mais sobre o assunto, desejando não apenas o interesse, mas também provocar desejo no público-alvo.

Levando assim á uma conversão, e-mail ou algum tipo de contato.

Basta salientar que o único objetivo de uma landing page é a conversão, seja ela a compra de um produto ou então alguma informação que o cliente deixou e que te dê a oportunidade de continuar entregando conteúdo para ele, como, por exemplo, um e-mail, número de Whatsapp, newsletter, etc.

 

Tema da landing page

Dependendo do tema que será utilizado, recomendo sempre uma landing page de alta conversão que seja clean onde as informações podem ser facilmente encaixadas e com uma quantidade de texto razoável para o leitor.

Na internet ou em outros sites você encontra uma boa quantidade de exemplos de landing page e modelos de landing page empresarial, institucional, comercial, etc.

Dependendo do seu nicho, basta realizar buscas que levam para esse tipo de página, como, por exemplo:

  • Landing page para advogado: acesse a área de imagens e você verá uma grande quantidade de modelos e templates de landing page para advogados;
  • Landing page dentista: será exibido uma enorme quantidade de modelos e templates de landing page para dentista, clinica de dentista, etc. Ótimo para ter ideias de como fazer;
  • Landing page imobiliária: esse estilo de landing page é muito comum por quem vai focar em estratégia de tráfego pago e precisa de uma estrutura exclusiva para imobiliários.

No entanto, se você mesmo for criar sua landing page através do WordPress ou Elementor, recomendo a leitura do artigo abaixo onde eu falo de maneira completa uma estrutura de landing page de alta conversão.

 

Criar uma landing page no Canva

No Canva existe uma possibilidade de também criar uma landing page, no entanto, essa ferramenta só está ativa para usuários premium. Quem tem esse plano pode tanto criar quanto editar modelos de landing page já prontas.

 

Criar uma landing page no WordPress

Já no WordPress qualquer pessoa consegue criar através do plugin Elementor PRO, inclusive na versão gratuita.

Porém, para aproveitar todas as funcionalidades, recomendo que você adquira a versão paga anualmente do Elementor PRO.

 

2. Informações que não podem deixar para depois

Após ter decidido ser direto ao assunto e falar literalmente tudo sobre o seu produto, é o momento de separar algumas informações que não podem ficar para depois, inclusive, falar também sobre as dúvidas que a maioria dos seus clientes tem sobre o serviço.

Dependendo da sua estratégia de divulgação, algumas pessoas irão clicar no link só por curiosidade, por conta disso, a sua landing page precisa está preparada para de alguma forma entregar valor á esse público.

Pode ser tanto em texto, imagens ou vídeo.

 

3. Definir uma palavra-chave

Palavra-chave é simplesmente um termo específico que os mecanismos de pesquisas irão utilizar para descrever todo o conteúdo do seu site e de qualquer página da internet. Trabalhando o termo correto e que faça sentido com o produto ou serviço que você está divulgando, o Google e o Bing saberá exatamente posicionar e compreender melhor o assunto da página.

Ou seja, se você pesquisar “site de programação” o Google irá exibir sites que trabalham apenas com esse termo, o site melhor otimizado e bem estruturado, terá um nível elevado de confiança e consideração.

Busque sempre termos que sejam relevantes e adequados com o seu produto ou serviço.

Caso tenha dúvidas de como trabalhar o SEO da sua landing page ou dos seus clientes, recomendo que conheça a Comunidade Imamura de SEO.

 

4. Não exagere nos vídeos e imagens

Aqui no blog já falamos sobre a importância de você ter um site e também como otimizar o seu site para que ele fique rápido e conforme as recomendações do Google.

Uma landing page para empresa tem que ter isso e muito mais, como o foco é conversão, qualquer clique é de suma importância. Ter um site bem otimizado irá te ajudar a aumentar suas vendas e não perder visitantes que poderiam comprar ou se tornar leads qualificados.

Para que a sua landing page não fique pesada, é necessário que os seus vídeos, imagens e ícones sejam adicionados após passarem por uma otimização de tamanho.

Resolver isso é simples, basta seguir essas dicas abaixo:

  • Imagens: elas precisam está sempre em um formato leve e ideal para internet fibra ou 3G, portanto, o formato deve ser em JPG PROGRESSIVO ou WEBP;
  • Ícones: o mais indicado é que todos os seus ícones estejam em um formato SVG, ele é leve e não costuma consumir muitos dados de 3G;
  • Vídeos: ao inserir um vídeo na sua página, evite hospedar diretamente do seu servidor, busque sempre hospedar no Youtube e embedar o vídeo através do código que o próprio Youtube fornece. Em seguida, dê preferência ao escolher a opção IMAGEM, nesse caso, o seu vídeo só será carregado na página quando algum visitante apertar o play.

Apenas com essas dicas acima, a sua página será mais rápida que de muitos concorrentes.

 

5. Otimize sua landing page para celular

Um dos fatores mais importantes atualmente é a otimização do site para smartphones, hoje em dia muitos desenvolvedores optam iniciar um site seguindo as estratégias de mobile first, que é criar um site começando pela sua versão mobile.

Cerca de 75% das pessoas utilizam a internet pelo celular, a maioria dos visitantes vem através de um aparelho celular, portanto, se muitas pessoas acessam um site pelo celular, devemos então dar prioridade á elas. Foi nesse sentido que surgiu a estratégia de mobile first.

Sendo assim, toda e qualquer prioridade no mundo dev e aplicações, é focado na experiência do usuário em um dispositivo móvel.

A vantagem disso tudo de seguir essa estratégia, é que se um site fica rápido na versão mobile, ele acaba se saindo melhor na versão desktop. Baseando-se dessa iniciativa, os desenvolvedores acabam acelerando a criação e otimização de todas as outras versões.

Toda landing page para empresa precisa seguir esse conselho, infelizmente, muitos acabam exagerando com vídeos e imagens que ao invés de ajudar, acabam atrapalhando a experiência do usuário e a otimização do site.

 

6. Não se esqueça de incluir depoimento dos seus clientes

Ter uma seção de depoimentos em uma landing page para empresas é um fator crucial para a sua estratégia.

A seção de depoimentos reais ajudam a aumentar a confiança de quem está visitando o seu site e melhora significadamente a imagem do seu produto ou serviço prestado.

Mostrando que outras pessoas usaram e estão satisfeitas tanto com o serviço quanto com o produto. A seção exibe também a opinião de cada cliente e como ele utilizou para resolver um problema que estava passando, dando mais características únicas para o produto.

A outra razão é que manter essa seção de depoimentos atualizada é vantagem para o SEO, ajudando a melhorar a classificação do site e dos principais mecanismos de buscas, como o Google e o Bing.

Por ser algo diferente e de maneira escrita por pessoas, o Google costuma levar muito a sério essa seção de depoimentos, para que ela seja melhor classificada, indico que você inclua um dados estruturados de review, com esses dados as chances de alcançar um rich snippets é real e útil para a estratégia de ranqueamento do site.

Por fim e bem importante, é que se baseando nos depoimentos dos clientes, você pode divulgar eles em uma imagem ou vídeo.

 

7. Enviando sua landing page para o Google

O que adianta seguir todas essas dicas e a sua landing page não ser exibida no Google?

Por mais que a sua estratégia seja focada em tráfego pago, é crucial começar quanto antes a trabalhar com tráfego orgânico, dependendo do volume de busca que a sua palavra-chave tem, pode te auxiliar a conseguir conversões ou leads qualificados por visitas orgânicas.

No vídeo abaixo eu te ensino passo-a-passo a como enviar a sua landing page para o Google e também configurar o Google Search Console.

 

8. Enviando sua landing page para o Bing

Não sei se você sabe, mas o Bing é extremamente popular nos Estados Unidos. No Brasil gradualmente as pessoas estão passando a utilizar esse mecanismo de pesquisa, que assim como o Google tem alguns destaques que valem a pena ser explorados.

Outro fator, é que se posicionar no Bing é mais fácil que no Google.

Sendo assim, você não pode deixar essa oportunidade passar.

 

Landing page para empresa: como acompanhar as métricas

metricas que uma landing page precisa ser analisada

Logo abaixo eu queria te indicar algumas métricas bem importantes que você ou sua equipe de marketing precisa analisar, nesse caso, a análise dela será para melhorar, corrigir e otimizar toda a landing page.

Essas métricas precisam ser analisadas no mínimo uma vez por semana a fim de melhorar os resultados obtidos, tornar a estratégia rentável e evitar qualquer error.

Indico a instalação do Google Analytics 4 e a configuração das dimensões personalizadas. Basta acessar o vídeo e saber como configurar em sua landing page.

 

Taxa de cliques

Quando o Google Analytics 4 é instalado, ele te dar uma opção de criar dimensões personalizadas de cliques, essa dimensão passa todos os eventos de cliques realizados pelos visitantes. Através desses eventos você consegue descobrir se o seu conteúdo está sendo passado com entendimento claro ou se eles precisam ir para outra URL descobrir essa informação.

Caso isso ocorra, é sinal que é necessário urgentemente de atualizar o conteúdo adicionando mais informações e de uma maneira fácil de entender.

 

Taxa de rejeição

Uma das métricas que eu costumo analisar e considerar duas coisas:

  • Otimização da página;
  • Conteúdo útil.

Quando você acessa essa métrica e percebe que ela está sempre no vermelho, é sinal que muitos visitantes acessaram sua página, permaneceram por pouco tempo e saíram sem consumir o conteúdo.

Por isso que eu considero essas duas opções.

  1. Se a página for lenta ou tiver muitos vídeos e imagens pesadas, é sinal que o usuário não teve paciência do conteúdo ser carregado e saiu no carregamento;
  2. Se ele acessou a página por completo e não se sentiu atraído, é porque o conteúdo não foi o suficiente.

Recomendo que se atente á essas duas opções.

 

Resumão completo sobre como criar uma landing page para empresa de forma correta

O texto é longo, mas é de um conteúdo extremamente importante, nele você aprendeu que:

  1. Buscar sempre ser objetivo na página e incluir um botão para CTA;
  2. Adicionar informações necessárias sem encheção de linguiça ou frases de efeitos desnecessárias;
  3. Não exagerar na quantidade de vídeos ou imagens pesadas;
  4. Definir uma palavra-chave;
  5. Trabalhar a responsividade da sua landing page e focar primeiro para versões mobile;
  6. Não se esquecer de adicionar a seção de depoimento dos seus clientes;
  7. Enviar a sua landing page para o Google;
  8. Enviar a sua landing page para o Bing;
  9. Analisar os dados, entender as métricas e corrigir elas.

Seguindo essas dicas, você estará seguindo uma boa conduta para cada tipo de landing page:

  • Landing page para empresa de serviço;
  • Landing page para empresas de cursos onlines;
  • Landing pages para profissionais autônomos;
  • Landing pages para empresas de informática, móveis, lojas, etc.

Espero que esse artigo focado apenas em landing page para empresa tenha te ajudado em algo.

Se gostou, deixe seu comentário abaixo, ele é muito importante para o andamento desse blog e de todos os conteúdos que estão por vim.

0 0 votes
Article Rating

Tags: | | |

Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
0
Would love your thoughts, please comment.x